Por Digifarma em 05/12/2013 13:59:25

Adaptação no SNGPC inclui receitas dos profissionais do Mais Médicos

Após o Farmácia Popular, agora o SNGPC também ajustou o sistema para aceitar RMS dos profissionais do Mais Médicos


SNGPC

A RDC nº 52/2013 estabelece que o número de Registro Único, emitido pelo Ministério da Saúde, nos termos do parágrafo 3º do art. 16 da Lei nº 12.871/2013, é informação apta a substituir o número da inscrição no Conselho Regional de Medicina (CRM) em notificações de receitas, receitas de controle especial, prescrições de antimicrobianos ou em quaisquer outras situações onde tal número de inscrição seja exigido pelas normas sanitárias.

Com relação à escrituração eletrônica de medicamentos, foi realizada adaptação no SNGPC para que possa ser registrado também o número de Registro do Ministério da Saúde, além dos já permitidos números de CRM, CRO e CRMV. Desta forma, as farmácias e drogarias devem escriturar as receitas prescritas pelos profissionais estrangeiros legalmente habilitados para atuar no Brasil e que possuam seu número de inscrição no Programa Mais Médicos, através na identificação do RMS (Registro Ministério da Saúde).

Fonte: Anvisa

Alterações no Digifarma


Informamos que as alterações no programa Digifarma já estão em desenvolvimento e que na próxima atualização de versão, o sistema já contará com a opção RMS no lançamento de receitas.

Até lá, a orientação é de que a opção CRM continue sendo usada para os médicos do programa Mais Médicos.

 


A DIGIFARMA

    No mercado de Programas de Farmácia há mais de 15 anos, O Sistema Digifarma está em constante crescimento. Com empenho dos profissionais e parceria com seus clientes, busca desenvolver um software cada vez melhor, mais robusto e completo. Com um sistema totalmente seguro e integrado, de forma a atender todas as demandas de sua loja em um único software.