Por Digifarma em 03/07/2018 09:15:03

Os perigos da automedicação no inverno

Papel do farmacêutico é essencial para orientar pacientes


Automedicação

O aumento da incidência de gripes e resfriados no inverno faz com que cresça o número de pessoas em busca de Medicamentos Isentos de Prescrição (MIPs) nas farmácias. Mas é importante que o farmacêutico oriente esses pacientes corretamente, para que efeitos colaterais não sejam prejudiciais.

 

Os medicamentos buscados são, em sua maioria, uma associação de analgésicos, antitérmicos e antialérgicos. Um exemplo é o paracetamol, seguro em uma dosagem entre 500 a 750 mg, de seis em seis horas. Porém, se aliado ao uso de bebidas alcoólicas e em concentrações superiores, pode gerar problemas no fígado.

 

A procura de descongestionantes nasais também é grande durante os meses mais frios. Porém, o uso abusivo do produto pode causar um efeito rebote, vício no uso e problemas cardíacos. O medicamento deve ser usado de quatro a cinco dias com horários estipulados.

 

Fonte: Guia da Farmácia / Conselho Regional de Farmácia do Estado de Minas Gerais (CRFMG)


A DIGIFARMA

    No mercado de Programas de Farmácia há mais de 15 anos, O Sistema Digifarma está em constante crescimento. Com empenho dos profissionais e parceria com seus clientes, busca desenvolver um software cada vez melhor, mais robusto e completo. Com um sistema totalmente seguro e integrado, de forma a atender todas as demandas de sua loja em um único software.