Por Digifarma em 04/12/2015 08:24:12

Perguntas e respostas sobre o Zica Vírus

Governo brasileiro confirmou a relação entre o vírus e a microcefalia


Noticias Digifarma

 

O Brasil enfrenta uma epidemia de Zika, uma doença "prima da dengue", desde o meio do ano. A doença, também transmitida pelo mosquito Aedes aegypti, provoca sintomas parecidos, porém mais brandos do que os da dengue: febre, dor de cabeça e no corpo e manchas avermelhadas.

 

No último final de semana, o governo brasileiro confirmou a relação entre o vírus Zika e a Microcefalia, uma infecção que provoca má-formação do cérebro de bebês.

 

O que é o zika?

É um arbovírus (do gênero flavivírus), ou seja, costuma ser transmitido por um artrópode, que pode ser um carrapato, mas normalmente é um tipo de mosquito. No caso do zika, ele é transmitido por um mosquito do gênero Aedes, como o Aedes aegypti, que também causa a dengue.

 

Qual o tempo de incubação do vírus?

O tempo de incubação tende a oscilar entre três e 12 dias. Após esse período surgem os primeiros sintomas.

 

E os sintomas?

O vírus provoca sintomas parecidos com os da dengue, contudo mais brandos: febre alta, dor de cabeça e no corpo, manchas avermelhadas, dores musculares e nas articulações. Também pode causar inflamações nos pés e nas mãos, conjuntivite e edemas nos membros inferiores. Os sintomas costumam durar entre quatro e sete dias.

 

Qual o tratamento para o Zika?

Não há uma vacina nem um tratamento específico para o vírus Zika, apenas medidas para aliviar os sintomas, como descansar e tomar medicamentos como paracetamol para controlar a febre. O uso de aspirina não é recomendado por causa do risco de sangramento. Também se aconselha beber muito líquido para amenizar os sintomas.

 

Há prevenção?

Como a transmissão ocorre pela picada do mosquito, recomenda-se o uso de mosquiteiros com inseticidas, além da instalação de telas. Também deve se utilizar repelentes com um composto chamado icaridina e roupas que cubram braços e pernas, para reduzir as chances de se levar uma picada.

 

Qual a relação entre o zika vírus e a microcefalia?

A partir de exames realizados em um bebê nascido no Ceará, e que acabou morrendo com microcefalia e outras más-formações congênitas, identificou-se a presença do vírus. A confirmação foi possível a partir da confirmação do Instituto Evandro Chagas da identificação da presença do vírus em amostras de sangue e tecidos do recém-nascido que veio a óbito no Ceará. A confirmação da relação entre o vírus e a microcefalia é inédita na pesquisa científica mundial.

 

O que ainda não se sabe sobre a ligação entre o zika e a má-formação fetal?

O Ministério da Saúde deixou claro, no entanto, que ainda há muitas questões a serem resolvidas. Uma das questões é como ocorre exatamente a atuação do Zika no organismo humano e a infecção do feto. Também não se sabe ao certo qual o período de maior vulnerabilidade para a gestante. Em análise inicial do governo, o risco está associado aos primeiros três meses de gravidez.

 

Fonte: Guia da Farmácia


A DIGIFARMA

    No mercado de Programas de Farmácia há mais de 15 anos, O Sistema Digifarma está em constante crescimento. Com empenho dos profissionais e parceria com seus clientes, busca desenvolver um software cada vez melhor, mais robusto e completo. Com um sistema totalmente seguro e integrado, de forma a atender todas as demandas de sua loja em um único software.