Por Digifarma em 09/01/2017 10:34:38

Quedas nas vendas dos medicamentos genéricos preocupam o setor

A desaceleração do crescimento do mercado de medicamentos genéricos começa a preocupar a indústria


Genéricos

A desaceleração do crescimento do mercado de medicamentos genéricos começa a preocupar a indústria

 

Foi registrada a segunda retração mensal consecutiva em outubro último, segundo dados da Associação Brasileira das Indústrias de Medicamentos Genéricos (Pró Genéricos), que representa o setor.

 

Dados do IMS Health apontam que em outubro, o faturamento com as vendas caiu 5,8% em relação a setembro, mês em que também houve queda de 2,8%.

 

Apesar das oscilações nos resultados mensais, a receita deste ano até outubro segue 8,3% maior que no mesmo período de 2015.

 

"A desaceleração é um reflexo da economia fragilizada, e não de um esgotamento das migrações ao setor", avalia a presidente da Pró Genéricos, Telma Salles. Ela diz que a troca de medicamentos de referência por genéricos continua em alta, porém o mercado como um todo se retraiu. "O setor chegou, em outubro, à sua maior fatia de mercado do ano: 31,5% das unidades vendidas."

 

O vencimento de patentes na área de biossimilares é aguardado pelas empresas como um dos fatores que poderão impulsionar o mercado. O processo, no entanto, sofre com a demora por parte do Instituto de Propriedade Intelectual (INPI), diz a executiva.

 

"O órgão precisa de mais eficiência. São produtos que poderiam nos beneficiar a curto prazo, mas não temos previsão de quando isso deverá se concretizar."

 

Fonte: Guia da Farmácia


A DIGIFARMA

    No mercado de Programas de Farmácia há mais de 15 anos, O Sistema Digifarma está em constante crescimento. Com empenho dos profissionais e parceria com seus clientes, busca desenvolver um software cada vez melhor, mais robusto e completo. Com um sistema totalmente seguro e integrado, de forma a atender todas as demandas de sua loja em um único software.