Por Digifarma em 18/11/2015 09:53:37

Saiba como desenvolver uma boa administração da loja

É preciso cuidar bem das finanças e dos aspectos administrativos e legais


Noticias Digifarma

 

A gestão do ponto de venda (PDV) exige cada vez mais conhecimento, empenho e, basicamente, atitude para conseguir implementar ações por meio das ferramentas adequadas. De acordo com a consultora de varejo especializada no setor farmacêutico, Silvia Osso, não há um item especial na gestão, mas alguns que precisam ser levados em consideração: é preciso cuidar muito bem do estoque, do layout, da exibição das mercadorias, do comercial, das finanças, do RH e dos aspectos administrativos e legais.

 

Para o diretor do Grupo Triunfo, Scher Soares, dois fatores são essenciais para um bom desempenho da gestão e, consequentemente, para bons resultados. O primeiro deles é a capacidade de geração, extração e análise dos indicadores de resultado, pois eles funcionam como uma espécie de painel de controle que permite ao empresário um diagnóstico apurado do seu negócio em tempo real. O segundo fator é gestão de pessoas, pois elas é que são as responsáveis pela execução da estratégia.

 

Planejamento estratégico

A farmácia deverá ter disciplina e estabelecer seu planejamento de forma cíclica, garantindo que a execução do projeto esteja em curso. O diretor do Grupo Triunfo acredita que, mais do que um planejamento estratégico, é essencial ter uma administração estratégica. Um planejamento deve refletir um posicionamento e um objetivo. “Uma boa dica para o farmacista é fazer um plano de operações que reflita a estratégia necessária ao cumprimento do objetivo anual.” Ele recomenda estabelecer:

 

1. A visão da empresa (quem ela quer ser).

2. Os objetivos da empresa (crescimento, manutenção, expansão, rentabilidade, receitas, market share, rentabilidade, abertura de lojas etc.).

3. As prioridades estratégicas. São aquelas necessárias para o cumprimento dos objetivos.

4. As metas associadas (um conjunto de três a cinco metas para cada prioridade estratégica).

5. As iniciativas-chave (um conjunto de três a cinco iniciativas para cada meta associada).

 

Fonte: Guia da Farmácia


A DIGIFARMA

    No mercado de Programas de Farmácia há mais de 15 anos, O Sistema Digifarma está em constante crescimento. Com empenho dos profissionais e parceria com seus clientes, busca desenvolver um software cada vez melhor, mais robusto e completo. Com um sistema totalmente seguro e integrado, de forma a atender todas as demandas de sua loja em um único software.